Um Pensamento Além da Magia - O Sinistro


A coluna Um Pensamento Além da Magia,  tem como objetivo mostrar trechos dos livros e/ou filmes de um outro ponto de vista. Confira as anteriores: O Guardião das ChavesO Espelho de OjesedO Diário SecretíssimoO Segredo de HermioneDementadores e Ofidioglossia.

Esta semana iremos analisar um trecho de Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, o Sinistro. Confira o trecho:

[...] Todos observavam, hipnotizados, a professora, que deu um último giro na xícara, ofegou e soltou um berro.
 Ouviu-se uma nova onda de porcelanas que se partiam tilintando; Neville destruíra sua segunda xícara. A professora afundou em uma cadeira vazia, a mão faiscante de anéis ao peito e os olhos fechados.
 — Meu pobre garoto... Meu pobre garoto querido... Não... É mais caridoso não dizer... Não... Não me pergunte...
 — Que foi professora? — perguntou Dino Thomas na mesma hora. Todos tinham se levantado e aos poucos se amontoaram em torno da mesa de Harry e Rony, aproximando-se da cadeira de Sibila para dar uma boa olhada na xícara de Harry.
 — Meu querido — os olhos da professora se abriram teatralmente —, você tem o Sinistro.
 — O quê? — perguntou Harry.
Ele percebeu que não era o único que não entendera; Dino Thomas sacudiu os ombros para ele e Lilá Brown fez cara de intrigada, mas quase todos os outros levaram a mão à boca horrorizados.
 — O Sinistro, meu querido, o Sinistro! — exclamou a professora, que parecia chocada com o fato de Harry não ter entendido. — O cão gigantesco e espectral que assombra os cemitérios! Meu querido menino, é um mau agouro, o pior de todos, agouro de morte!

Um Pensamento Além da Magia: O Sinistro, este cão no mundo dos bruxos, se visto, significa um agouro de morte. Isso deixa claro as marcas de superstição que J.K. Rowling deixou em Harry Potter.

Quem nunca ouviu: "Não pode passar em baixo de escada", "Quebrar espelho, 7 anos de azar","Pio de coruja, agouro de morte"? Em nosso mundo, o meio de correio dos bruxos substitui o Sinistro. Mas, obviamente, existem aqueles que não acreditam, acham uma bobagem, assim como Hermione que acha a Professora Sibila uma louca.

Muitos dizem não serem supersticioso, mas ao mínimo sinal de orelha quente, já diz que alguém está falando mau dele. O que poucos sabem é que a origem desse tipo de crença tem a ver com magia. A Superstição é a crença sobre relações de causa e efeito que não se adequam à lógica formal, ou seja, são contrárias à racionalidade.

As superstições, não fundamentadas ou assentadas de maneira irracional no ser humano, podem estar baseadas em tradições populares, normalmente relacionadas com o pensamento mágico. O supersticioso acredita que certas ações (voluntárias ou não) tais como rezas e curas, conjuros, feitiços, maldições ou outros rituais, podem influenciar de maneira transcendental sua vida.
Consideram-se superstições aquelas disciplinas sem base na razão ou no conhecimento, chamadas de pseudociências, tais como:
  • a Adivinhação (Presente em HP) ;
  • a Astrologia (Presente em HP);
  • a Magia (Tema central de HP);
  • a Quiromancia (Presente em HP).
No pensamento mágico e na magia se considera possível produzir resultados que à razão se apresentam como contrários às leis naturais conhecidas. Isto seria possível por meio de certos rituais, nos quais intervêm seres considerados em dita crença.

Agora conseguimos entender a presença deste cão que tanto assombrou a Professora Sibila.

Share this:

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Quantos já viram nossa página: