Blog do Pottermore divulga processo de criação de mais 2 emblemas das Casas de Hogwarts

Anteriormente o blog Insider Pottermore divulgou o processo de criação dos emblemas da Corvinal e da Grifinória, veja aqui.

Agora você pode conferir o processo de criação dos emblemas de  Lufa Lufa e Sonserina.

No primeiro post do nosso “Por-Trás-Das-Cenas” nós compartilhamos um pouco o trabalho que a equipe de designer Atomhawk fez nos emblemas da Grifinória e Corvinal. Hoje iremos ter um olhar sobre os emblemas da Lufa-Lufa e Sonserina.

Criar consistência e personalidade
Você vai se lembrar de uma parte que a equipe de arte focaliza no uso de descrições de J.K. Rowling para criar os emblemas, o objetivo é que reflitam com exatidão os pontos fortes e traços de personalidade de cada Casa. Eles queriam que cada detalhe fosse motivo de orgulho geral.

Série de esboço da Lufa-Lufa
O emblema da Lufa-Lufa provou ser a criação mais difícil para a equipe. Há uma quantidade limitada de detalhes sobre a Casa em Harry Potter e a Pedra Filosofal, e eles estavam cientes de que precisavam trabalhar um pouco mais no escudo para representar uma sensação autêntica e representativa da natureza Lufa-Lufa. Havia também a questão de como mostrar o texugo como um animal tenaz, mostrar a Lufa-Lufa sem medo do trabalho duro.
No primeiro emblema você pode ver o texugo quase repousando sobre o leito das folhas, mas a equipe sentiu que essa versão estava muito inativo. O desenho em que o texugo está de frente não parecia o suficiente com o emblema tradicional e também fez o animal parecer muito gentil. Foi finalmente decidido que o texugo mais fiel às qualidades da Casa Lufa-Lufa era o único com as quatro patas no chão, colocado como se fosse defender seu território de forma de advertência aos outros.

Série de esboço da Sonserina
A equipe de arte tentou uma série de cobras diferentes para o emblema da Sonserina, já que eles queriam garantir que não se assemelhassem a um tipo particular de cobra (como uma jiboia ou uma naja). Outro ponto de foco dos artistas foi a cauda da cobra assim como o olhar, que tinha que ser natural, mas, não inativo.

Processo de Cor da Lufa-Lufa
Na obra acima, o fundo amarelo era um pouco mais forte para adicionar algum foco, mas a equipe decidiu iluminar as versões finais para fazer o texugo o mais marcante possível. A silhueta do texugo foi pensada para ser mais forte quando o corpo inteiro pode ser visto completamente cercado por amarelo.

Processo de Cor da Sonserina
A equipe tentou uma variedade de cobras verdes dentro do emblema – o padrão da pele foi alterado várias vezes para tentar atingir o efeito certo. Por exemplo, na terceira versão você pode ver um padrão diamante (como teria uma víbora).
No final, já que eles queriam permanecer fiel as cores verde e prata, a equipe começou a trabalhar projetando uma cobra que parecia que tinha sido criada por ourives. Eles sentiram que isso trouxe ao emblema toda a vida, especialmente quando combinado com as ondulações verdes no fundo, projetando e acentuando o elemento água.

Emblemas finais
O emblema da Lufa-Lufa foi concluído com fortes e vibrantes folhas amarelas e padronizado para simbolizar o elemento terra. O texugo está já como se trabalhasse arduamente, com sua postura mostrando que está pronto para a ação. (Uma pequena nota: o chefe da equipe de design Atomhawk foi classificado na Lufa-Lufa no Pottermore e diz ter muito orgulho do seu emblema!)
Alguns dos usuários Sonserina no Pottermore já devem ter notado que o seu emblema é o único em que o animal olha para a esquerda, enquanto que os outros olham para direita. Esta foi uma decisão que surgiu durante os estágios finais do projeto quando os emblemas foram todos colocados juntos.

Gostaríamos de aproveitar esta oportunidade para agradecer a Atomhawk que compartilhou conosco o processo de como foi feito os emblemas das Casas. Nós esperamos que tenha gostado desta espiada pelos bastidores do Pottermore.




Traducão: Potterish

Share this:

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Quantos já viram nossa página: